Por Patrícia do Carmo Miranda, Orientadora Educacional da Educação Infantil e Ensino Fundamental I, Unidade Floresta.

 

A Pandemia do COVID 19 e o isolamento social viraram uma realidade não planejada para centenas de famílias. As ruas estão vazias, as casas cheias e ainda não sabemos quando voltaremos para nossa velha rotina, ou talvez, nossa rotina renovada?

Ao contrário do período de férias escolares, no qual podemos nos organizar e planejar atividades diversas, inclusive externas, estamos “trancafiados” em casa com crianças dotadas de muita energia e pouco entendimento sobre o período vivenciado.

Nesse momento de recolhimento social, sugerimos algumas dicas e cuidados que entendemos ser benéficos para auxiliar no dia a dia dessas crianças (1º infância de 0 a 7 anos), que são como “esponjas”, querendo conhecer todas as novidades do mundo ao seu redor.

Cuide e monitore seus sentimentos e emoções:

Crianças nessa idade ainda são muito ligadas ao corpo físico de seus pais, portanto devemos ter todo cuidado com nossas reações (tom de voz, expressões faciais e corporais), que podem “soar” como uma agressão, provocar medo, ansiedade, insegurança e até mesmo interferir em seu desenvolvimento futuro.

Só responda ao que for perguntado:

Não levante novos elementos que possam despertar a curiosidade e a consciência de fatos para a criança nesse momento. Caso questionem o motivo pelo qual não estão indo à casa da “vovó” ou à “escola,” por exemplo, responda de forma simples e cautelosa sobre os motivos que a impedem de ter contato com os parentes ou de frequentar os ambientes e a existência de uma “gripe forte”.

Evite falar do coronavírus:

Restrinja as informações sobre o assunto. Evite assistir telejornais ou acessar redes sociais na presença das crianças. Forneça orientações práticas sobre a higiene pessoal aos seus filhos sem dar muitas justificativas, somente o necessário. As demonstrações práticas costumam ser mais eficientes e apresentam melhores resultados para a saúde de todos.

Prime pela atenção e afeto:

A presença física e o acompanhamento é muito importante nessa fase do desenvolvimento. Esteja presente sempre que possível brincando, tocando, rindo… Temos a certeza de que fará muito bem a todos, principalmente para a criança.

Por fim, nesse momento de reflexão e mudanças, a presença ao lado dos filhos é sempre uma oportunidade para melhorarmos as nossas relações afetivas e buscarmos novas motivações para crescermos e nos tornamos mais fortalecidos.

Cuidem de vocês, das suas famílias e dos próximos! Em breve estaremos juntos.

 

Deixe uma resposta

Atenção! Todos os comentários serão previamente moderados pelo administrador antes de ser publicado oficialmente na página.

Mais em "Blog"

Deixe a criatividade surpreender você

Há tempos a palavra criatividade tem sido muito valorizada. Ser criativo vai além de simplesmente criar algo. Envolve predisposição, desejo, estruturas mentais, movimentos corporais, ludicidade,

Leia Mais »